Connect with us

Campeonato Brasileiro Série B

Desabafo de Fábio

Desabafo de Fábio marca nova derrota do Cruzeiro

O que era para terminar em festa, acabou com um grande desabafo de Fábio. Após mais uma derrota do Cruzeiro, o goleiro, que completava 900 jogos com a camisa da Raposa, desabafou sobre o momento que o time vive. O arqueiro não teve papas na língua e afirmou categoricamente que os responsáveis por colocarem o clube nesta situação já não estão mais na Toca da Raposa. Além disso, frisa que os que estão sendo responsabilizados por isso são os que hoje tentam reerguer o Cruzeiro.

“Os que fizeram um monte de coisa errada, todo mundo saiu fora e a responsabilidade agora é nossa, dos meninos que subiram, muitos que estão chegando e que nunca tinham feitos jogos profissionais. Está aí pra todo mundo ver, ninguém está escondendo, todo mundo coloca a cara e eu estou aqui de peito aberto querendo o melhor para o Cruzeiro. Agora não adianta, se a gente não se unir. Todas as situações estão contra o Cruzeiro, mas tudo está aí pra todo mundo ver. Não adianta ficar batendo, quebrando portão da Toca, pois são situações que estão aí”, disse o goleiro, que ainda completou falando de outros problemas que foram causados pela antiga diretoria: “E a Fifa? Quem não pagou a Fifa? Quem perdeu os seis pontos? Agora estamos nos matando aqui, fazendo um grupo, chega um, chega outro, ninguém pode ser inscrito e a realidade está aí. Quem está aqui, não está de sacanagem não.”

O desabafo de Fábio também foi direcionado aos torcedores, o qual disse que respeita muito. No entanto, alega que as cobranças excessivas deveriam ser contra quem realmente prejudicou o Cruzeiro, não contra quem está tentando dar o máximo para reerguer o clube.

“Eu respeito muito o torcedor. Estou aqui há 16 anos, sou cobrado em todos os lugares que eu vou. Respeito, sei a dor que o torcedor está sentindo, pois tudo isso faz parte da minha vida há muitos anos. A gente está colhendo o que nós plantamos. Estamos batendo na tecla desde o ano passado, os caras (torcedores) acham que a gente tem a caneta e pode resolver. Somos apenas simples funcionários, independente de quantos jogos eu tenho, o que eu posso fazer, eu faço. Ás vezes, não dá certo, mas sempre entrego, luto e me dedico como todos hoje que entraram querendo a vitória, que, infelizmente, não veio. São coisas que a gente não pode explicar. Agora, isso é uma coisa que a gente sabia que seria difícil há muito tempo. Desde janeiro sabíamos que a situação não seria fácil, em todos os aspectos. Teve a pandemia e a gente continuou sabendo que ia se tornar mais complicado ainda depois que perdemos os seis pontos. O torcedor está sentido, querendo o resultado e eu entendo isso, mas são coisas que a gente plantou lá atrás”, desabafou o ídolo cruzeirense.

CAMPANHA NA SÉRIE B

O Cruzeiro começou a Série B com menos seis pontos, pois sofreu uma sanção da FIFA. É evidente que isso foi prejudicial, mas nem se compara com o desempenho da equipe dentro de campo. A equipe ainda não conseguiu se firmar, tem feito atuações fracas e convive com os maus resultados. Sendo assim, a Raposa se encontra na 18ª colocação com onze pontos ganhos, ou seja, está na zona de rebaixamento para a Série C.

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais sobre Campeonato Brasileiro Série B